quarta-feira, 4 de maio de 2011

A serviço de sua majestade le Dolphin

Os diários da adolescência oferecem uma visão panorâmica de nós mesmos em ação.
Claro que é uma tomada com filtros, luz e ângulos favoráveis.
As feiúras a gente não mostra.
O que é engraçado já que os diários são escritos,  teoricamente, somente para nossos olhos (tô tão jamesbondeana!).
Então o nosso glamuroso cotidiano dos 12 aos 25 (ou 68) é descrito com belas passagens, lindos cenários, maravilhosos coadjuvantes e até os figurantes são dignos de nota.
A grande função do diário é mostrar-nos a nós mesmos como somos, como gostaríamos de ser, e que pessoa queremos ser aos olhos dos outros.
Essa criação vale-se de todos os sujeitos que idealizamos ou isolamos aspectos e atributos que nos encantam em qualquer um.
Adotamos a gestualidade, linguagem, conceitos, preconceitos, estilo, cor de cabelo, roupas "et caterva" dos nossos amigos, professores, ídolos esportivos ou das artes e mixamos criando o ser ideal, eventualmente um monstro.
Mesmo assim  na escrita do diário chegamos o mais próximo da perfeição possível, seguindo as normas criadas por nós mesmos e que obedecem aos mais altos padrões de excelência que conseguimos atingir.
O bom é que, ultrapassada determinada fase, conseguimos retirar a sopa desse melting pote e passá-la por um cadinho com o que nos convém (quase sempre).
de acordo com São Tomás de Aquino, se nos esforçamos para exercer as virtudes que desejamos possuir por bastante tempo elas acabam se tornando nossa segunda pele.
 Os diários são perfeitos para nos auxiliar nisso ainda que sejam blogs.
Claro! Assim como todos os modelos que adotamos pela vida afora.

Toda originalidade é um plágio não identificado.  
                                                                                   Então, inté jacaré.

17 comentários:

  1. Adorei :)) e acho muito bonito a sua opção por Tomás de Aquino. Do que me lembrei de imediato foi do conceito sombra, de Jung :). talvez matéria para outro post?
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. entretanto pensei noutras coisas... que vão ao encontro do que disse no seu post... Ah, Marli, os seus escritos provocam-me sempre grandes momentos de reflexão, grandes pq imenso sobre eles, porque me ficam na cabeça, não pq haja alguma grandeza nas minhas reflexões... Enfim, dariam para horas e horas de conversa :)
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Eu não sei exatamente por que, mas sempre tive o hábito de destruir os diários (agendas, no meu caso) assim que o ano acabava. E hoje me pego apagando posts antigos no blog.

    ResponderExcluir
  4. Isa, alecrim doirado:São Tomás era um cara muito prático.Foi ele q inventou a universidade.E sim,você é uma grande pensadora.


    Silvaninha,mate com rapadura,doçura
    teu passado te condena---rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Ahahahaha,Sil, como te compreendo. Faço isso zilhares de vezes. queimo todos os cadernos de capa preta das morning pages. nem me fales.

    Marli, vc é umq querida.
    Bjos às 3 ;) e carinhos sem fim :)

    ResponderExcluir
  6. Maloca (Marlene)5 de maio de 2011 18:00

    Maliu,

    tô atrasada, como sempre, mas tô aqui, te lendo. :o)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. ;c)

    Temo não ter formado nem uma pele dirá uma segunda. Acho que preciso começar a escrever um diário ou melhorar os meus posts.

    ResponderExcluir
  8. Maliu, estas datas são meio complicadas... mas as homenagens são merecidas. Parabéns pela mãe maravilhosa que você é.

    ResponderExcluir
  9. adorei os posts.... amo gente inteligente e culta. parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Than first:obrigada a todo mundo pelos cumprimentos de dia das mães.fico muito honrada.



    maloca,meu bem a justiça divina também tarda, vê q cê tá em boa companhia

    ResponderExcluir
  11. Claudio Louis,Le Dolphin
    Obrigada pelo incentivo, pelo encanto q cê é pelas gentilezas.Qto ao outro comentário a gente tem q criar 2, 3, 4 e mais muitas peles.quem nâo tem couro grosso ñ sobrevive.

    ResponderExcluir
  12. isa,alecrim doirado
    Eu sei.Eu modestamente e de bochechas coradas devo concordar...

    ResponderExcluir
  13. Eloisa,môbem
    desculpe se estiver sendo intrometida mas se o comentário for pra mim só posso me sentir envaidecida .obrigada.

    ResponderExcluir
  14. Marli, sim, o comentário sobre cultura e inteligência era (e continua sendo) pra vc... mas muitos dos seus leitores se encaixam nele também.

    ResponderExcluir
  15. Eloisa Maranhão (eh, que nome lindo
    tem recado procê no "Sábado"

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu recado para mim :o) Um beijo, Maliu